TRISTEZA: Marinha confirma que houve “explosão” no local onde o submarino desapareceu

0
89

Familiares de tripulantes afirmaram que submarino já havia apresentado problemas

A Marinha Argentina confirmou nesta quinta-feira (23/11) que o ruído detectado no dia em que o submarino San Juan desapareceu no Oceano Atlântico, se trata de uma “explosão”. De acordo com correspondentes do jornal O Globo, o porta-voz da marinha Argentina afirmou que os relatórios enviados pelos Estados Unidos apontam que se tratou de “um evento anômalo singular curto, violento, não nuclear e consistente com uma explosão”.

Resultado de imagem para Marinha confirma que houve “explosão” no local onde o submarino desapareceu

A anomalia hidroacústica foi detectada três horas após o último contato da base naval com o submarino. Ainda de acordo com informações do O Globo, há seis unidades varrendo a região em busca de indícios de onde está o submarino e os 44 tripulantes.

O porta-voz da marinha Enrique Balbi, informou ainda que até não ter certezas do que aconteceu as buscas irão continuar.

Familiares dos tripulantes afirmaram a meios de comunicação que a marinha mentiu para eles dizendo que seria uma falha leve. Segundo uma das publicações, a esposa de uma das vítimas disse que a marinha informou que a embarcação está a 3 mil metros de profundidade.

De acordo com Itati, esposa de um dos tripulantes do submarino, a embarcação já havia apresentado problemas em 2014. “Nunca deveria ter navegado”, informou ao O Globo.