TCHAU QUERIDO: Record afasta Paulo Henrique Amorim

0
375

Após várias manifestações contra o presidente Jair Bolsonaro e o ministro Sérgio Moro, a rede Record decidiu ouvir a voz do povo e afastar o jornalista Paulo Henrique Amorim do Domingo Espetacular, após quase 15 anos a frente do programa.

Suas críticas ao governo Bolsonaro e principalmente a Lava Jato e aos seus juízes, Sérgio Moro e Dallagnol, foi o fator fundamental para a decisão da direção da emissora, pois o jornalista muita das vezes colocava o seu fanatismo pelo PT acima de razão e da verdade. Com isso, Paulo Henrique Amorim, tornou-se antipatizado pela maioria dos telespectadores do Domingo Espetacular, onde pelas redes sociais manifestaram o pedido de afastamento do jornalista.

A gota d’água, surgiu depois que Paulo Henrique Amorim fez um vídeo de mal gosto, onde cantava o ironicamente o hino do Flamengo, insinuando para o presidente sua ”morte em breve”.

”Foi afastado. Ele foi condenado por injúria e racismo contra um colega de profissão. Também foi condenado por difamação contra o jornalista Merval Pereira da Globo. Foi condenado também num processo movido pelo diretor de jornalismo Ali Kamel. Como se vê, ele cavou sua própria cova. A gota d´água foi a ameaça que fez ao presidente no ar”, comentou um internauta.

Assista Aqui: