Professor que desejava abertamente a morte de Bolsonaro, morre precocemente

0
221

O professor de cursos preparatórios de certificação para a Anbima, Fábio França, vinha desejando a morte do presidente Bolsonaro, assiduamente em suas redes sociais. Assim como Paulo Henrique Amorim, entre outros que desejaram a morte do presidente e se foram antes dele, o professor também morreu nesta terça-feira. Ele teve um AVC e uma pneumonia e não resistiu.

Mesmo sabendo que a morte é o último estágio de ser um humano, por mais que a gente ache que a pessoa não mereça viver, nós nunca deveríamos desejar a morte de um semelhante, porque atrás deste semelhante existem corações que o amam, existem pai, mãe, filhos, amigos, etc.

O Sindicato dos Bancários emitiu uma nota, lamentando a morte de Fábio França.

Veja alguns dos posts de Fábio França, desejando a morte de Bolsonaro: