PILANTRA!!! 10 luxos exagerados de Dilma que custaram caríssimo aos cofres públicos

0
1688

A política é feita de mitos, mentiras, lendas e toda sorte de folclores disseminados pelo marketing. Há o “representante do trabalhador” que não trabalha há pelo menos 50 anos, há o “defensor dos estudantes” que não vê um banco escolar há outras tantas décadas e mesmo o “do grupo de intelectuais” que não junta sujeito e predicado sem cometer uns pares de erros grotescos.

Desse modo, vale dizer que Dilma Rousseff não é uma exceção. Não foi ela a inventar a construção mítica; apenas foi mais uma a usar do expediente.

E, nesse caso, referimo-nos à papagaiada de que seria uma “pessoa simples”, repleta de humildade, avessa a gastos muito exorbitantes, com um jeitinho meigo de falar, “gente como a gente” etc.

Bobagem, claro. Seus gastos e luxos são compatíveis aos de qualquer representante de monarquia. A seguir, uma lista bem rápida com apenas 10 casos (poderiam ser mais outros tantos, mas não é necessário fazer um post com mil páginas).

1 – A SUÍTE TIFFANY EM NEW YORK

Em 2013, Dilma foi à ONU fazer um de seus discursos memoráveis e, claro, aproveitou para passar uma semana em NY. Decidiu ficar no luxuoso St. Regis e, mais ainda, na suíte assinada pela joalheria Tiffany, cuja diária era de US$ 10 mil (hoje, algo em torno de R$ 30 mil reais por dia).

2 – LUXO EM PARIS

Em novembro de 2015, a crise já devastava a economia do país e arrasava a vida dos brasileiros, especialmente os mais pobres. Era o início mais explícito da escalada do desemprego, da inflação de tudo que aconteceu. E o que faz a então presidente nessa situação de necessárias restrições? Fica no hotel Bristol, um dos mais caros da França.

3 – OSTENTAÇÃO EM ROMA

Em Roma, em 2013, Dilma não fez por menos e escolheu o hotel Westin Excelsior, na Via Vittorio Veneto, cuja diária da suíte Grand Luxe é de 1984 euros (cerca de R$ 7000 por dia!). Foi tanto dinheiro gasto que o jornal espanhol ABC ficou espantado (sério). Bônus: ficou numa super suíte presidencial na Africa do Sul, 81 metros quadrados, e disse que era “modesta”.

4 – R$ 5 MIL O CORTE DE CABELO COM DINHEIRO DESVIADO

Sim, um corte de cabelo. Cada um deles custava essa grana. Para ajudar, a grana utilizada era de desvios na Petrobras, segundo apuraram as autoridades em investigação.

5 – O MAIOR VALE REFEIÇÃO DO MUNDO

Logo que saiu do governo para ficar “apenas” no Palácio do Alvorada, Dilma reclamou do corte em sua verba de alimentação. Parecia uma crueldade, não é mesmo? Isso, claro, até descobrir-se o valor: nada menos que R$ 3 mil por dia, R$ 62 mil por mês.

6 – CARTÃO CORPORATIVO

Essa explodiu precocemente, logo em 2011. Quem não se lembra do PT reclamando dos gastos de FHC com cartões corporativos? Reclamavam com razão, é claro, até que tomaram o poder, foram ficando e… Esse gasto, nos primeiros meses de pós-Lula, já tinham subido em 62%.

7 – OU DE JATINHO, OU NADA

Com a presidente afastada não tem esse negócio de pegar voos comerciais com o resto do povo. Que nada! Ou vai de jatinho, ou nada feito! Quando o novo governo cortou a regalia, entraram com ação e a justiça falou “pode sim, mas precisa pagar para a FAB”. Então, rolou a tal vaquinha e o resto da história vocês já sabem. Mas é isso: ela não voa com as pessoas normais, só aceita se for com um jato exclusivo.

8 – PASSEIOS INTERNACIONAIS CARÍSSIMOS – SEM COMPROMISSO OFICIAL

Em um voo feito à China, Dilma achou por bem fazer três escalas. Atentem que APENAS POR CONTA DESSAS TRÊS PARADAS tivemos de pagar R$ 433 mil. E, não, não havia qualquer compromisso oficial. Foi para passear.

9 – ATÉ A GASOLINA DA FILHA

Sim, nós pagamos a gasolina da filha da presidente afastada. Sim, segundoapurou a revista Isto É, pagamos mesmo para passeios particulares, como idas a pet shop, pilates e salão de beleza. Só em junho, foram R$ 13,8 mil por conta disso. Um único mês.

10 – SIGILO NOS GASTOS

Como prova de que é comprometida com a transparência, ela então revelou todos os gastos, certo? Claro que não. O então governo preferiu classificar como sigilosas suas despesas no exterior, impedindo o acesso a elas. Esperamos que agora acabem com isso de uma vez.

Enfim, esta foi uma lista rápida, mas definitivamente nada rasteira. Afinal, só o mais alto e sofisticado luxo.

Guarde este post para quando alguém vier com o papo mole de que Dilma é “humilde” ou “gente como a gente”. E aguarde o sumiço repentino do interlocutor.