O último tango de Messi.

0
50

Por Davi Nogueira

Messi e a seleção argentina fraquejaram novamente, após levar 3 a 0 da Croácia na Copa que pode ser a última do craque.

Para chegar à Rússia, a Argentina já sofreu. Se classificou na última rodada das eliminatórias, num jogo em que o camisa 10 brilhou e fez três gols.

A atuação de gala da Pulga animou e a sua equipe veio como uma das favoritas na disputa pelo título.

Desde então, Lionel não conseguiu mais ser decisivo.

Muito pelo contrário.

Na estreia dos hermanos contra a Islândia, sob os olhos de Maradona, ele apareceu pouco e desperdiçou um pênalti que os daria a vitória.

Hoje, seu desempenho foi ainda pior. O jogador, desmotivado, não conseguiu ao menos dar um chute ao gol.

Resultado de imagem para messi perdendo penalti

É uma tristeza ver o melhor jogador do mundo deixar o campeonato desta maneira, levando todo o crédito por este provável fracasso, já que é o único que pode fazer a diferença no seu time.

Messi sempre precisa resolver sozinho, como fez na última Copa ao levar o time à final contra a Alemanha e perder, na única partida que ele jogou mal.

Se ele é pouco objetivo, seus companheiros não vão a lugar nenhum e a seleção perde por causa da sua zaga terrível.

A defesa dos hermanos é conhecida desde sempre pela sua incompetência, mas desta vez se superou.

A goleada croata de hoje começou numa falha enfadonha do goleiro Caballero, que botou a bola no pé do atacante.

Depois disso, bastava a Croácia chegar ao campo de ataque se quisesse balançar as redes.

Agora, a última cartada da Argentina é na partida contra a Nigéria e Messi precisa sobrepujar a pressão se não quiser passar vergonha pois, se não decidir a parada, o mundo cairá sobre ele.

E cairá porque os jogadores argentinos, assim como os torcedores, só esperam alguma coisa vinda dele. Tanto que se esquecem dos demais e deixam que ele jogue sozinho.

O mesmo acontece com Neymar no Brasil. A diferença é que ele está rodeado de craques e ainda tenta jogar sozinho, por puro narcisismo.

Já Messi não tem escolha.

Ele, que já pensou algumas vezes em se aposentar da seleção depois de outros vexames, desta vez imagino que não hesitará.

E será uma perda imensa para o futebol.

Fonte: www.diariodocentrodomundo.com.br

VEJA TAMBÉM:

Neymar reage mal às críticas e desabava. VEJA AQUI