Marcelo Odebrecht: ”Prefiro viver na cadeia, do que esse inferno que estou vivendo”

0
69

De acordo com as declarações à revista Veja, o empresário Marcelo Odebrecht, disse que depois de dois anos após deixar a cadeia e ficar em prisão domiciliar, está vivendo o ”pior inferno de sua vida”.

Aos 51 anos de idade, Marcelo Odebrecht, disse aos amigos que preferia ter ficado preso em Curitiba do que o que tem passado ultimamente, um verdadeiro inferno, com vários problemas na vida e a também na parte financeira com vários problemas judiciais.

Ele briga com o seu pai, Emílio Odebrecht, para tentar comandar a construtora Odebrecht e que de acordo com Marcelo, ele pagou sozinho, pelos crimes da empresa, sentido-se um bode expiatório, pois o seu pai, ficou livre e ele continua sob poder da justiça.

Marcelo Odebrecht, foi demitido da empresa, teve seus bens congelados e pagamentos suspensos. A sua cota gira em torno de aproximadamente R$ 150 milhões de patrimônio na empresa.