Mãe de Gugu Liberato fala pela primeira vez após morte do filho, em entrevista á revista VEJA

0
124

A mãe do apresentador Gugu Liberato, que faleceu em novembro de 2019, dona Maria do Céu, hoje com 90 anos, deu uma entrevista pela primeira vez á revista VEJA, onde ela relata o momento em que recebeu a notícia do acidente de Gugu em sua mansão em Orlando nos Estados Unidos.

Veja o que ela disse a Revista VEJA:

“A minha filha (Aparecida) chegou em casa quando eu estava na cozinha. Ela pediu que eu fosse até a sala, achei estranho. Quando me falou que o Toninho sofreu um acidente (choro)… Fomos direto ao aeroporto, eu embarquei com a roupa que estava vestindo. A confirmação da morte foi no hospital. Não gosto de pensar nesse exato momento. Mas parecia que algo iria acontecer”, 

“Eu passava metade da semana na casa dele; a outra parte, na minha. Como eu estava com gripe, fiquei mais de uma semana na casa do Gugu. No dia anterior à viagem, ele foi até o quarto e ficou horas e horas conversando comigo. Daí ele me contou que iria sair de casa às 6 da manhã para viajar, mesmo assim eu pedi para vir se despedir. Ele foi e me beijou muito. Na saída, já na porta, eu o chamei novamente, e ele voltou para me abraçar. Ele não tinha pressa, parecia estar adivinhando. Eu só não fui para lá porque estava gripada. Fiz algo a que não estava acostumada”.

“Até o velório, não sabíamos o tamanho do meu filho. Acho que nem ele. A comoção foi muito grande.”

“O Toninho ajudou muita gente sem falar nada. Eu não passo um dia sem receber visitas. Conforta ouvir histórias de pessoas que sofreram por problemas parecidos. Mas a verdade é: enterrar um filho é a pior coisa do mundo. Nada fica como antes”, disse ela.

”Eu choro muito, sempre escondido dos outros filhos. Tenho muitas saudades. À casa dele, fui apenas uma vez depois do acidente porque não tive mais coragem. A sensação de chegar e não o encontrar deixa um vazio ainda maior.”

Dona Maria do Céu a mãe de Gugu, disse que nunca perdoará a mãe dos seus netos, por ter mentido a ela, dizendo logo após a morte de Gugu, deixando seus netos sozinhos nos Estados Unidos porque faria um retiro espiritual, mas na verdade, ela veio ao Brasil para contratar advogados para verificar o testamento deixado por Gugu, onde ela havia ficado de fora.