General Heleno critica Papa em encontro com Lula: ”Confraternizou com criminoso, condenado”

0
20

Vale lembrar que quando sofreu um atentado no dia 6 de Setembro de 2018, o Papa João Francisco, não mandou sequer um recado ao então candidato Bolsonaro, o que continuou acontecendo mesmo após a candidatura de Bolsonaro á presidência da república.

O chefe do Gabinete de Segurança do governo Bolsonaro, General Augusto Heleno, foi nas redes sociais para falar sobre o encontro no Vaticano, entre o papa João Francisco e o ex-presidente Lula.

General Heleno, ironizou o papa João Francisco, dizendo que ele fez um gesto de ”compaixão com um criminoso condenado”.

Veja a postagem de General Heleno: