EXTRA: Ex Governador Cabral, preso, entrega procuradores do MP e JUDICIÁRIO em sua DELAÇÃO

0
164

Em seu novo depoimento ex governador Cabral, na justiça do Rio de Janeiro acusou o Judiciário e Ministério Público. Por estar condenado a 200 anos de cadeia, Cabral busca de qualquer maneira uma forma de diminuir a sua pena porque já enxergou que se ficar do jeito que está e com mais processos em cima, ele possivelmente, morrerá na prisão.

Pensando assim, Cabral, quer revelar tudo o que sabe em delação premiada doa a quem doer, porque poderá morrer na cadeia mesmo sabendo que fora dela, é um arquivo vivo. Hoje o dilema de Cabral é simples: ”Se ficar o bicho pega, se correr o bicho come”. Com depressão e um aparente arrependimento, hoje ele vê que não precisava ter feito o que fez, ser obcecado por dinheiro, como ele mesmo disse.

Resultado de imagem para CABRAL STF

Cabral quer levar junto pessoas que usufruíram com ele os frutos do dinheiro público e da corrupção, esquecendo ele, que não é só isso o seu pecado, mas sim, milhares de pessoas que agonizaram em filas de hospitais e até morreram por falta de medicamentos e atendimentos.

Cabral afirma que pagou muita gente graúda e hoje eles vivem como se nada tivesse acontecido, inclusive a famosa farra dos guardanapos.

Neste depoimento que Cabral deu ao juiz da Lava Jato, Marcelo Bretas, ele teria denunciado somente a ponto do iceberg, coisas que poderão vir a tona se o juíz assim aceitar sua delação, porque aos 56 anos, o ex governador, enxerga pouca luz no fim do túnel.

Vamos esperar as próximas delações que prometem ser uma bomba ou Cabral também que não é flor que se cheire, fazer chover no molhado.

Jornal Do País.

VEJA TAMBÉM:

Sérgio Cabral na cadeia: Sem companheiros e com medo dos exs aliados e amigos