Exclusivo: Em boletim de ocorrência, pai de ginasta explica morte da filha de 17 anos. LEIA AQUI

0
703

De acordo com o documento, Jackelyne da Silva morreu após parada cardiorrespiratória

O pai da ginasta Jackelyne da Silva registrou um boletim de ocorrência sobre a morte da filha, até então um mistério para os fãs. Segundo o documento que a reportagem do portal UOL teve acesso, Marco da Silva relatou que a atleta, que tinha 17 anos, sofreu uma queda doméstica e passou por atendimento médico antes de morrer, na quarta-feira (16)

 

O B.O. foi registrado no 32º Distrito Policial de São Paulo como “morte suspeita”. Nele, o pai afirma que a filha caiu em casa no sábado (12), passou por atendimento médico e morreu após parada cardiorrespiratória.

“A atleta de ginástica olímpica Jackelyne da Silva, de 17 anos, morreu após parada cardiorrespiratória na tarde de quarta, 16. Na avenida Miguel Ignacio Curry, em Itaquera, zona norte de São Paulo”, diz o começo do documento.

Na queda, Jackelyne da Silva lesionou a lombar e foi levada ao hospital, onde foi medicada e liberada.

Resultado de imagem para Jackelyne da Silva

“Por conta de fortes dores nos 13, 14 e 15 de janeiro, a menina voltou ao médico, sendo atendida e medicada, e no último dia chegou a fazer uma tomografia na região lombar. Foi constatada lesão na lombar, mas não foi preciso internação. Nesse mesmo dia, ela reclamou de dores no peito e gases abdominais, mas foi medicada em casa”, segue o documento.

Resultado de imagem para Jackelyne da Silva

No entanto, na quarta-feira, dia da morte da ginasta, ela voltou a ter fortes dores no peito e voltou a receber atendimento.

“Foi socorrida ao UPA em 16 de janeiro, em Itaquera. Teve parada cardiorrespiratória e não resistiu”, conclui o boletim de ocorrência.

O laudo da causa oficial da morte ficará pronto dentro de 30 dias. A atleta do Esporte Clube Pinheiros foi enterrada na manhã desta sexta-feira (18), no cemitério da Vila Formosa. A ex-ginasta gaúcha Daiane de Santos esteve no local e prestou solidariedade à família da jovem.

Fonte: gauchazh.clicrbs.com.br

VEJA TAMBÉM:

”TRISTEZA”: Luto na ginástica artística do Brasil: Jackelyne Silva morre aos 17 anos