”DOUTOR ANJO”: Médico de apenas 28 anos, morre em São Paulo

0
93

O médico Gillian Vitor Reis, de apenas 28 anos, morreu após travar uma luta contra a COVID-19 durante quase um mês. De acordo com o G1, a irmã do médico, Giovana Reis, disse que ele piorou após ter pneumonia.

“Teve pneumonia e, de lá para cá, não teve melhora. Ele lutou até o final para não precisar ir para a UTI e ser entubado, pois sabia de todos os procedimentos que passaria. Mas não teve jeito, os pulmões não respondiam ao tratamento”, disse a irmã Giovana ao portal G1.

No início da pandemia, Gilian, como médico, entrou para trabalhar com os pacientes que foram infectados pelo vírus:

“No começo, acho que todos ficaram com medo do desconhecido, mas ele sempre dizia que, se ele como médico não enfrentasse, quem iria?”, disse a irmã.

Ainda conforme disse a irmã, ele era muito queridos por todos e era conhecido como ”doutor anjo.”

A prefeita Katia Morita de Auriflama (SP), homenageou o jovem médico nas redes socias:

”Foi com muita tristeza que recebi a notícia da morte do jovem Dr. Gilian Vitor Reis, com quem dividi vários plantões no Pronto Socorro de Auriflama.

Atencioso, dedicado e um apaixonado pela medicina e por cuidar das pessoas, Dr. Gilian se foi devido a complicações causadas pela COVID-19 na tarde de hoje (15).

Que a morte deste profissional, que atuava na linha de frente do combate a doença, nos sirva de alerta para que redobremos os cuidados: o coronavírus é um inimigo invisível e cruel, capaz de nos impor lacunas ao vitimar pessoas queridas.

Descanse em paz, amigo”