DENÚNCIA: Carro de pichadores ”Bolsonaro Assassino” foi flagrado na sede onde Doria trabalha

0
86

O deputado federal Eduardo Bolsonaro, usou as suas redes sociais para fazer algumas denúncias contra as pessoas que foram flagradas pichando os muros de São Paulo com injúrias e ofensas ao presidente Bolsonaro. Ele descobriu que 2 daquelas pessoas flagradas no vídeo, em que aparecem em um Celta vermelho, são membros do PCdoB (Partido Comunista do Brasil) e que, o Celta usado para cometer o crime, entrou algumas vezes no Palácio dos Bandeirantes que é a sede do governo do Estado de São Paulo, local de trabalho do governador João Doria para visitar um de seus secretários.

A pergunta feita por Eduardo Bolsonaro e que não quer se calar, é: ”Qual a relação de João Doria com os vândalos que picharam e acusaram o presidente de assassino?”

O deputado Estadual Gil Diniz também usou s redes sociais e acionará o Ministério Público para investigar as ligações entre Doria e os vândalos, que ele mostrou em seu vídeo.

”Sabe quem é capaz de passar por cima dos governadores e exigir que eles abram tudo novamente,aquela classe que tá trabalhando e que se parar todo mundo se ferra! Os CAMINHONEIROS, somente eles tem o poder de mudar essa quarentena, se ameaçarem parar e ficar de quarentena como o restante do povo quero ver esse decreto continuar 1 dia, já sentimos na pele que sem eles trabalhando passamos até fome!” disse uma internauta.

VEJA OS VÍDEOS ABAIXO: