Começa o discurso de Sergio Moro: ”Bolsonaro me usou como desculpa”

0
26

O ex-ministro Sérgio Moro, depois que abandonou o governo Bolsonaro, onde tinha grande admiração do povo brasileiro pela luta contra a corrupção junto a Lava-Jato, hoje parece um time de futebol dando desculpa pela derrota.

Moro perde status e sofre derrotas, mas segue popular em 1º ano ...

Após esse episódio o juiz Moro, não é mais o Moro que todos imaginavam, principalmente para as pessoas de bem que lutavam contra a corrupção e por um Brasil melhor. Recentemente o ex-ministro, Sergio Moro, deu uma entrevista ao jornal britânico Financial Times que ele foi uma escada para que Bolsonaro se elegesse presidente, colocando ele como escudo de medidas de anti-corrupção no país e, com isso, teria alavancado milhões de votos para o governo.

Ele disse:

“Uma das razões para eu sair do governo foi que não estava se fazendo muito (pela agenda anticorrupção)”, disse Moro à publicação. “Eles estavam usando minha presença como uma desculpa, então eu saí. A agenda anticorrupção tem sofrido reveses desde 2018”.

“Ele mudou o diretor da Polícia Federal sem pedir minha opinião e sem uma boa causa. Não acho que dá para combater corrupção sem respeitar a lei e a autonomia das instituições que investigam e denunciam crimes.”

Sérgio Moro disse que não se combate corrupção sem respeitar a lei e as instituições

Para o ex-ministro Sérgio Moro, o jogo acabou no governo Bolsonaro e ele sai de campo, culpando o juiz pela derrota e esperando como todo time derrotado, a revanche.

Foto: Gazeta do Povo