CASO JOGADOR DANIEL: Justiça determina que Edison Brittes terá que pagar pensão a filha de DANIEL

0
56

O assassino do jogador Daniel, terá que pagar uma pensão a filha de sua vítima. A decisão foi da juíza Márcia Mosko de São José dos Pinhais, Curitiba.

Imagem relacionada

A filha de Daniel que tem apenas dois anos, receberá 5 mil reais por mês do assassino de seu pai, Edison Brittes, até aos seus 25 anos de idade. Serão 23 anos de pensão. A casa de família Brittes foi interditada como garantia dos pagamentos.

A mãe da filha de Daniel, entrou com o pedido na justiça e foi atendida.

”Daniel pagava todas as contas e custos da filha que merece ter uma vida digna, já que perdeu o pai”, afirmou a advogada Giuliana.

Conhecido como Juninho Riqueza, Edison Brittes ficou conhecido no Brasil inteiro pelo assassinato do jogador Daniel. Edison confessou todo o crime, demonstrando muita maldade e frieza. O pagamento de pensão a filha de Daniel, não será nada comparado á perda do pai. O que essa menina de apenas 2 anos de idade, crescerá ouvindo? Ela carregará traumas com o passar do tempo e será que vai conseguir acreditar no ser humano? A crueldade de Edison Brittes não teve tamanho, assim como também deveria ser a pena dele e de todos os que participaram da morte do jogador Daniel.