Caso Flordelis e pastor Anderson: Celular do pastor foi conectado em casa de Senador

0
32

O telefone celular do pastor Anderson, assassinado em Junho do ano passado a tiros, foi conectado a rede wi-fi na casa do senador Arolde Oliveira, no Rio de Janeiro, algumas horas depois do crime.

O celular foi ligado com um chip que estava no nome de Yvelise de Oliveira, mulher do senador Arolde.

De acordo com as investigações da Polícia Civil, o celular depois de ter sido usado no Rio de Janeiro, foi parar em Brasília, como informou a TV Globo.

A deputada e pastora Flordelis e o senador Arolde, fazem parte do mesmo partido no Rio de Janeiro.

O senador disse ao jornal Extra, que nunca imaginou um ataque dessa forma e que o celular só pode ter sido clonado.

O mistério continua, pois o celular do pastor Anderson sumiu logo após o seu assassinato. Quatro endereços relacionados a deputada Flordelis, foram alvos de busca e apreensão da Polícia ano passado. Curiosamente, os mandados foram no Rio de Janeiro e Brasília.

As informações são do jornal Extra.