AMEAÇADA DE MORTE: Tamy Couto, mulher de Projota do ”BBB 21”, desabafa

0
22

O ”BBB 21”, está sendo até agora, o mais polêmico e problemático de todos. Além dos problemas internos da casa, agora também, começaram os problemas fora da casa mais vigiada do Brasil. A mulher do cantor Projota, Tamy Couto, usou suas redes sociais para desabafar, ela está recebendo graves ameaças por causa do BBB 21.

Resultado de imagem para tamy couto projota

Tamy Couto, que tem um filho com Projota, resolveu dizer o que está passando:

“Eu vinha recebendo xingamentos, ameaças, mas eu ia me blindando da forma que dava, apagando comentário bloqueando a pessoa. Até que antes de ontem, a Marieva foi jurada de morte e aí eu fiquei muito mexida com isso. Pra mim acabou ali. Porque eu acho que nada que o Projota pudesse ter feito na casa deveria respingar em pessoas que estão aqui fora que não fizeram nada”, contou, entre lágrimas. “Eu dediquei meu final de semana a isso, falando com advogado, fazendo boletim de ocorrência”, disse ele em seu perfil. O post, já foi deletado.

Depois, a cantora detonou a produção do programa:

“O programa mais uma vez deu direcionamentos errados pro Projota, isso me deixa revoltada. [A produção] fala: ‘Não, o Lucas é muito gente boa, mas quando ele bebe ele tem problema. O inferno acabou, o inferno vai acabar’, tipo, o Lucas é o capeta. O problema era 100% ele”, diz ela, em referência ao áudio vazado da conversa entre Boninho e Projota. “Como que podem mais uma vez dar uma narrativa errada do jogo pro Projota. Se não vai ter interferência, não é pra ter interferência. E se vai ter interferência, que seja dita a verdade. Que seja dita sem palavras ou sem induzir ninguém a nada. Se você vai fazer interferência tem que ser claro. Estão fazendo umas interferências bem bosta”.

Finalizando, ela disse: “O que fizeram com a Marieva é crime. A partir de agora, tudo será levado pra frente: qualquer injúria, calúnia, difamação, qualquer coisa que fizerem relacionado a mim ou a Marieva será levado pra frente. É muito surreal como a pessoa acha que tem o direito de vir pra cima de mim ou da Marieva por coisas que a gente não fez”.