Neto diz que foi ameaçado de morte por criticar jogadores da seleção

0
504

Nesta terça-feira, a partir das 21h30 (de Brasília), o “Craque Neto” é o entrevistado da semana no Bola da Vez, na ESPN Brasil e no WatchESPN.

Ídolo do Corinthians e há anos apresentador na TV Bandeirantes, o ex-jogador conhecido por não ter medo de falar. E isso já lhe rendeu ameaças de morte.

De acordo com Neto, as intimidações partiram de pessoas que fazem parte do entorno de jogadores criticados por ele, o chamado staff.

“Nenhum jogador, enquanto estou sendo comentarista e apresentador, teve a coragem ou a sensatez de ligar para mim e pedir para que eu aliviasse qualquer tipo de comentário. Já fui duro com Edu Dracena muitas vezes quando errou, mas como é amigo você às vezes faz um comentário mais delicado”, afirmou. “Eu já recebi ameaças de morte…”

Questionado se as ameaças vieram de torcedores, ele negou: “Não, de staff – por parte de jogadores de futebol – por críticas que eu já tenha feito em relação à performance deles tanto dentro quanto fora de campo”.

Neto revelou tomar uma medida preventiva para sua segurança.

“É difícil ter meu número de celular. Eu mudo muito os números. Se você ligar agora para mim, você vai ver: ‘Pô, mas esse número não é mais o seu’. Eu mudo muito”, falou.

Na mesma entrevista, o ex-jogador de Guarani, Palmeiras, São Paulo, Santos e Atlético-MG já afirmou que pretende se lançar à presidência do Corinthians em 2021.

Ele também se mostrou chateado com Andrés Sanchez, ex-mandatário alvinegro. Nas suas palavras, ele ficou “intragável” depois de virar dirigente, e a amizade acabou.

Neto revela decepção com Andrés Sanchez: ‘Ficou intragável como dirigente’

Andrés, por sinal, já se manifestou sobre a declaração de Neto: “Lamento que o Neto pense assim. Eu também poderia dizer que ele mudou muito. Mas prefiro não falar de minhas decepções com ele. Dizer não para as pessoas e colocar limites no que elas querem, faz perder amigos, mas assim consigo manter minha consciência tranquila. Quando os amigos dele sumiram, no momento mais complicado da vida dele, ele sabe bem o que fiz por ele. Éramos mais que amigos, mas como ele mesmo disse não somos mais, vamos em frente.”