Filha de Michael Jackson tem certeza que pai foi assassinado

0
632

Na sua primeira grande entrevista, Paris Jackson fala sobre a morte do pai, abuso sexual, tentativas de suicídio e sua possível carreira musical

Em sua primeira grande entrevista, Paris Jackson declarou acreditar que seu pai, o astro pop Michael Jackson, foi assassinado. O cantor faleceu em 2009 vítima de uma overdose de analgésicos. Segundo a garota, o pai foi alvo de uma conspiração. “Tudo aponta para isso”, disse a jovem de 18 anos à revista americana Rolling Stone, da qual é capa no mês de fevereiro.

“Ele dava indícios de que estavam indo atrás dele. Em determinado momento, disse: ‘Eles vão me matar um dia’”. Paris relatou que, às vésperas de sua morte, Michael estava fisicamente esgotado de tanto ensaiar para a turnê This Is It. Ela considera a AEG Live, a produtora por trás do espetáculo, uma das responsáveis pela morte precoce do pai. “Eles sugam seus artistas e fazem com que eles trabalhem até a morte.” A menina também culpa o médico Conrad Murray, já condenado por homicídio culposo do cantor, pela dependência de Michael em analgésicos.