Elas pensaram que era apenas um sofá velho de segunda mão. Mas, uma noite, elas notaram um calombo em uma das poltronas.

0
8775

Lara Russo, Reese Werkhoven e Cally Guasti são alunas da State University of New York (EUA). Elas também são colegas de casa e moram em um pequeno apartamento. Em 2014, elas precisaram de um sofá novo, mas, como a maioria dos estudantes, elas não tinham muito dinheiro para gastar. Elas acabaram uma uma loja de artigos de segunda mão e, ao início, não ficaram muito impressionadas com a seleção.

Eles não tinham muitas opções: o único sofá na loja que cabia na pequena sala delas era um muito feio, que também tinha um cheiro bastante peculiar. Mas ele custava apenas 20 dólares (cerca de 70 reais), então elas decidiram levar.

Quando elas levaram o sofá para casa, o limparam e colocaram na sala. Mas uma noite, enquanto assistiam um filme, uma delas sentiu um caroço dentro de uma das poltronas. Quando abriram o zíper, elas encontraram um envelope com 700 dólares. As três estudantes ficaram chocadas, mas depois teve ainda mais surpresas. Elas continuaram revirando as poltronas e encontraram mais envelopes. No final elas descobriram um total de quase 41.000 dólares (um pouco mais de 142.200 reais)!

 
O primeiro instinto dela foi começar a pensar sobre como gastariam o dinheiro. Mas durante a busca, elas também se depararam com um envelope com um nome escrito nele. Se dando conta de que o dinheiro pertencia a outra pessoa, as estudantes honestas sabiam que não podiam ficar com ele. “Nós concordamos que deveríamos levar de volta a quem quer que ele pertencesse. O dinheiro é dessa pessoa. Não não o ganhamos”, explicou Lara.

No dia seguinte, elas encontraram o nome em uma lista telefônica. Quando elas ligaram, uma mulher mais velha atendeu. Reese contou a ela a boa notícia: “Eu tenho algo que é seu”. “O que?”, perguntou a mulher. “Eu encontrei um sofá”, continuou Reese. “Meu Deus do céu, eu escondi muito dinheiro naquele sofá!”, exclamou a mulher, que estava obviamente chocada e surpresa com sua boa sorte.

O que aconteceu foi que a mulher e seu esposo estiveram estocando dinheiro em seu sofá por anos, como um tipo de plano de aposentadoria. A mulher dormiu no sofá desde que o marido morreu e sofreu com problemas de coluna por causa disso. A filha dela, pensando que estava fazendo um favor à mãe, se livrou do sofá velho e comprou uma cama para ela, para que ela pudesse dormir confortavelmente. Ela não fazia ideia de que tinha jogado fora a economias de uma vida inteira da mãe junto com ele. Felizmente, tudo acabou indo parar nas mãos de três jovens muito honestas, que também tiveram um final feliz: a mulher, muito agradecida por ter recebido seu dinheiro de volta, deu uma recompensa de 1.000 dólares para as meninas.

É bom saber que existem pessoas honestas por aí, e essas três são um brilhante exemplo para sua geração. Elas ficaram felizes por receberam a recompensa, mas elas também sabem que fazer a coisa certa, por si só, já é um prêmio!