BOMBA: Cunha deprimido, vai delatar Dilma e Lula. Isso vai acabar em intervenção Militar

0
86297

Um diálogo de WhatsApp divulgado, tornou pública a informação de que Eduardo Cunha (PMDB-RJ) pressionou Léo Pinheiro, da construtora OAS, por ter dado “5 paus para MICHEL (Michel Temer) direto de uma vez” em 2014, ainda quando este era vice-presidente. O motivo da pressão é de que era preciso também receber mais dinheiro para as campanhas de outros integrantes do PMDB.

Segue o diálogo, que teve início às 13h43 da sexta-feira, 29 de agosto de 2014:

Eduardo Cunha: “E vc ter feito 5 paus para MICHEL direto de uma vez, antes. Todos souberam e dá barulho sem resolver os amigos. Até porque Moreira tem mais rapidez depois de prejudicar vocês do que os amigos que brigaram com ele por você. Entende a lógica da turma? Ai inclui Henrique, Geddel, etc…”

Léo Pinheiro: “Cuidado com a sua análise. Lhe mostro pessoalmente a quantidade dos amigos.”

Cunha: “Eles tão chateados porque Moreira conseguiu de você para Michel 5 paus e você já depositou inteiro e eles que brigaram com Moreira, você adia. É isso”.

Leo Pinheiro: “Você dar, ninguém tem nada a ver com isso. É só a preferência”.

O diálogo entre Cunha e Léo Pinheiro levanta a suspeita de que Moreira Franco, hoje o homem-forte do programa de privatizações do novo governo, arrecadava doações para o PMDB de uma empresa concessionária de aeroporto enquanto era ministro da Aviação Civil de Dilma Rousseff.

Após ser cassado, Cunha culpou o presidente Michel Temer de ter orquestrado sua cassação com o PT, Lula e Dilma. ”Vou acabar com todos”

De agora em diante, a Nova República pode cair a qualquer momento.

Deixe uma resposta