ATENÇÃO! Possível cassação de Temer faz ações da Petrobrás caírem 10%. A MAIOR QUEDA da história da empresa

0
319

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou esta sexta-feira (11) em queda de 3,3%, a 59.183,51 pontos. É a terceira baixa seguida da Bovespa, que havia caído 3,25% na véspera.

Esse é também o menor nível de fechamento desde 30 de setembro, quando o Ibovespa terminou o dia com 58.367,05 pontos.

Com isso, a Bolsa encerra a semana com desvalorização de 3,92%; no mês, acumula baixa de 8,84%. No ano, porém, o índice tem alta acumulada de 36,52%.

A queda desta sexta-feira foi influenciada, principalmente, pelo desempenho das ações da Petrobras, que tombaram mais de 9%. As ações do Banco do Brasil despencaram quase 7% e os papéis da mineradora Vale perderam mais de 5%.

Trump ganhou: o que acontece com dólar, Bolsa e investimentos?
Dólar sobe 0,92%, a R$ 3,392
No mercado de câmbio, o dólar comercial fechou em alta de 0,92%, cotado a R$ 3,392 na venda. É o terceiro avanço consecutivo da moeda norte-americana, que havia saltado 4,73% na véspera, a maior alta diária desde 22 de outubro de 2008.

Esse é também o maior valor de fechamento do dólar desde 27 de junho, quando terminou o dia valendo R$ 3,395.

Com isso, o dólar encerra a semana com valorização de 4,99%; no mês, acumula alta de 6,34%. No ano, porém, a moeda tem queda acumulada de 14,08%.

*Veja dicas para quem precisa comprar a moeda
*BC mostra onde comprar dólar mais barato
*Petrobras
As ações preferenciais da Petrobras (PETR4), que dão prioridade na distribuição de dividendos, tombaram 9,61%, a R$ 14,01.

As ações ordinárias da Petrobras (PETR3), com direito a voto em assembleia, perderam 5,82%, a R$ 16,33.

Na véspera, a estatal divulgou prejuízo de R$ 16,5 bilhões no terceiro trimestre, a terceira maior perda trimestral em toda a sua história. A queda nos preços do petróleo no mercado internacional também ajudou a puxar os papéis para baixo nesta sessão.